Tags

Posts relacionados

Compartilhe isto

Inspire-se

Conhecido por suas grandiosas paisagens naturais, com destaque para a presença do pico mais alto da terra – o Monte Everest –, o Nepal situa-se aos pés da cordilheira do Himalaia e faz divisa com a China e com a Índia. Suas paisagens naturais são, sem dúvidas, um dos grandes atrativos deste país profundamente peculiar e foram elas que tornaram o Nepal um dos principais destinos para viajantes que se interessam por esportes de aventura e ecoturismo. Trekking, canoagem, rafting, bungee jumping são só algumas das inúmeras atividades que podem ser praticadas tendo a natureza como companhia.

Populoso, o país é marcado por uma forte diversidade cultural, traduzida pela presença de doze diferentes etnias em seu território, que compõem a identidade plural do Nepal. Uma das formas de visualizar toda esta pluralidade é conhecer Kathmandu, a capital da nação nepalesa, e observar como este conjunto de etnias convive pacificamente.

Refletindo a forte influência da religiosidade em seu cotidiano, principalmente a influência hindu, a gastronomia nepalesa leva em conta a presença no sagrado em suas preparações (a carne de vaca, por exemplo, não faz parte dos menus nepaleses). A religião também influencia outros aspectos dessa nação, que vão desde as instituições sociais, como o casamento, até as manifestações culturais, como os grandes festivais, cheios de cores e música, tão característicos do Nepal. Essa pluralidade de culturas, religiões e de belezas naturais, no entanto, jamais será traduzida através de fotografias, é preciso viajar ao Nepal e mergulhar no seu mundo de particularidades!

 

Destaques Inspiration:
  • Kathmandu Durbar Square: considerada Patrimônio Mundial da UNESCO, esta é uma das principais praças da capital nepalesa, por abrigar mais de 50 templos e monumentos antigos, que simbolizam a religião e a tradição da população local, além de funcionar como palco das celebrações de coroações dos reis do Nepal.
  • Swayambhu Nath: localizada em uma pequena e encantadora colina, trata-se de uma das obras arquitetônicas mais fascinantes do mundo, construída há mais de 2.000 anos. É, talvez, o melhor lugar para observar a harmonia religiosa entre budistas e hindus no Nepal, além de proporcionar uma excelente vista para o Vale de Kathmandu;
  • Patan Dubar Square: um conjunto de templos, pagodas e estátuas de pedra localizadas em uma praça no centro da cidade, também considerada patrimônio da UNESCO. Suas principais atrações são: o antigo Palácio Real onde residiram os reis da dinastia Malla e o templo de pedra do Senhor Krishna;
  • Templo Pashupatinath: é conhecido por sua soberba arquitetura, seu telhado de duas camadas de ouro e portas de prata. O local é palco da peregrinação anual feita a Maha Shivratri, a noite do Deus Shiva, evento que acontece em fevereiro.
  • Estupa de Boudhanath: abriga relíquias de Buda Kashyapa, um dos primeiros budas. É considerada sagrada pelos budistas, principalmente pelos tibetanos;
  • Bhaktapur: situada a 14 km a leste de Kathmandu, a cidade é conhecida pela cerâmica e tecelagem;
  • Sobrevoar o Himalaia é uma das atividades que não pode faltar em um roteiro de viagem ao Nepal.

Fotos